Autor Tópico: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????  (Lida 10780 vezes)

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.423
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #60 Online: Maro 16, 2010, 13:53:06 »
Valeu Rapha.m.g!

vou assistir os vídeos mais tarde quando chegar em casa....

(por isso falei: estou livre de preconceito em relação a essa questão.. trata-se realmente de algo do qual eu não tenho basicamente nenhum conhecimento... tudo que sei é baseado em mitos... vou analisar e depois dou meu parecer. Obrigado!)

Oss!
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

rapha.m.g

  • Visitante
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #61 Online: Maro 16, 2010, 13:56:44 »
magina  :D

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #62 Online: Maro 16, 2010, 17:17:49 »
eu acho lindo quando um mawashi geri que acerta o pescoço com precisão e o cara desaba... é único  :D :D


Os golpes com efeito mais devastador que já presenciei, e que resultaram em lesões graves, foram aqueles dirigidos ao pescoço, durante competições oficiais.
Um deles foi durante um campeonato da FPK, 1982, um atleta recebeu um "mawashi - geri no pescoço" exatamente como foi descrito e, imediatamente, caiu ao chão, desmaiado, com o corpo todo contraido e com os dedos das mãos e dos pés retorcidos,  foi socorrido pelo Dr. Clemar Correa, médico da Federação, neurologista do HC, e karateca. Lembro, que ele sentou-se ao lado do atleta e passou a chamá-lo pelo nome, tentando conversar com ele, o atendimento durou mais de 20 minutos no meio do koto, depois perguntei ao Dr. como ele classificava o acidente, a resposta foi: gravíssimo! Na explicação do médico, o impacto interrompeu o fluxo sanguíneo ao cérebro provocando um apagamento e somente por virtude própria ele volta, ou seja, nada mais poderia ser feito durante o atendimento. O atleta em questão treinava na USP, mas trabalhava na minha academia como prof. de Ed. Física, depois do ocorrido e após sua recuperação por 30 dias, entre UTI e repouso, pude observar e constatar que, ele voltou "diferente", durante o trabalho ou mesmo em uma conversa informal suas respostas e suas reações corporais tinham um delay.
Outro acidente esportivo, foi durante o Brasileiro de 1997, em SP, quando um atleta de Minas, também integrante da Seleção Brasileira, recebeu um haito no pescoço e "dormiu em pé", caindo apagado e batendo a cabeça sobre o piso de madeira, abrindo um grande corte na região posterior, foi atendido pelo mesmo Dr. Clemar e ficou por 36 horas em observação no HC.
Sempre tive e recomendei durante o treinamento, máxima atenção e proteção redobrada para o pescoço, principalmente, para a região anterior.
Oss

PS. não citei os nomes dos atletas acidentados para manter a privacidade dos dois.
« ltima modificao: Maro 17, 2010, 11:28:55 por DElia »
Ricardo

Offline Farkatt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 603
  • Votos: +0/-0
    • Bubishi - observatório das artes marciais em Pernambuco e no Brasil
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #63 Online: Maro 16, 2010, 17:37:01 »
Tenho um VHS com um início de luta entre Sensei Alves e um atleta da bahia, onde um mawashi geri entra no pescoço do mesmo... outro dia vi esse mesmo vídeo, com a mesma falha de imagem, no youtube... alguém postou da mesma origem da minha fita.

ps. não omiti os nomes dos atletas porque já é de dominio público e já discutimos esse mesmo vídeo aqui anteriormente...

vou procurar o link e posto aqui.

ps2. se o link ja tiver sido postado na pagina anterior, perdoem-me... nao estou conseguindo acessa-la para conferir...

Offline Farkatt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 603
  • Votos: +0/-0
    • Bubishi - observatório das artes marciais em Pernambuco e no Brasil
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #64 Online: Maro 16, 2010, 17:39:54 »
o link...



inclusive tem um monte de comentários antiquésimos de colegas daqui do forum e meus também...

rapha.m.g

  • Visitante
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #65 Online: Maro 16, 2010, 17:42:38 »
desculpem se pareceu uma piada de mau gosto, mas acho realmente um tipo ímpar de nocaute... depois da explicação do sensei Delia, entendo um pouco melhor o que vejo... a impressão de que o cara "desliga" quando recebe um...

A. HIGINO

  • Visitante
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #66 Online: Maro 16, 2010, 18:38:41 »
OSS...

O oponente de "Juarez Alves Sensei" desta filmagem, teve 03 paradas Cardio-respiratória no local e outras 02 durante o atendimento hospitalar. Como sequela o atleta ficou "mudo" devido a quebra das cordas vocálicas.
Digo isto porque ouvi isso do próprio Juarez Alves.
O pescoço é uma das áreas mais perigosas, e requer uma devida atenção e cuidado especial durante os treinamentos nos Dôjôs.

OSS...

Offline Lourival Silva

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 430
  • Votos: +0/-0
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #67 Online: Maro 16, 2010, 18:48:24 »
Obrigado pelo alerta sensei DElia, ainda não sabia sobre os perigos deste golpe no pescoço.

OSS!

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.423
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #68 Online: Maro 16, 2010, 19:00:42 »



aos sete segundos, o terceiro vídeo e aos 12 acho que o quinto, se pá tem mais alguns espalhados... corrija-me caso não seja no pescoço e vi errado

Assisti!

Mas é bem aquilo mesmo que eu tava imaginando... não chegou a ser pescoço (algum até pode ter entrado no pescoço mesmo) mas a maioria, eu diria uns 90% (sendo cauteloso nesse exercício de imaginação) foram na têmpora, ou na zoreia.. pois no pescoço... é sempre algo muito perigoso...

quando termina bem, termina como nos casos em que Delia sensey mencionou.

Pescoço não é brincadeira não.

O pescoço é uma das áreas mais perigosas, e requer uma devida atenção e cuidado especial durante os treinamentos nos Dôjôs.

Assino embaixo as palavras do meu arqui-rival Higino!
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

rapha.m.g

  • Visitante
Re: Treinamentos de Combate - Uma espécie em extinção????
« Resposta #69 Online: Maro 16, 2010, 21:58:39 »
é... acho que só esses que eu disse mesmo... o que dá pra ver claramente mesmo é quando se pausa a imagem em 13 segundos...